Carlos Brandão autoriza início de obra

Em mais uma agenda positiva, o vice-governador Carlos Brandão autorizou, nesta quarta-feira (9), início da obra do Ginásio Georgiana Pflueger (Castelinho), em São Luís.

Com o secretário de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), Rogério Cafeteira, Brandão assinou ordem de serviço que contempla investimentos de mais de R$ 22 milhões.

Com um projeto de engenharia tecnológico e inclusivo, a nova praça esportiva contará com vestiários, banheiros, academia, alojamentos, sala vip, área de administração, lanchonete, área de paisagismo, sinalizações, estacionamento, acessibilidade e iluminação.

O vice-governador Carlos Brandão pontuou sobre os esforços realizados pelo Governo do Maranhão em garantir ações e projetos que gerem incentivo ao esporte, aliado a geração de renda para o povo.

“Este é o momento em que o Governo do Maranhão se destaca não somente por ações de combate à Covid-19, mas, em algo que consideramos fundamental para estes tempos de crise: gerar emprego e renda. Com um investimento de R$ 22 milhões, estamos propiciando novas oportunidades ao setor da construção para, no contexto ideal, entregarmos à população um ginásio perfeitamente adequado aos diversos públicos e finalidades”, comentou.

Felipe Camarão no jogo da sucessão

Prestes a deixar o Democratas, o atual secretário de educação do Maranhão, Felipe Camarão, pode ser o candidato a vice-governador numa chapa com Carlos Brandão (PSDB) em 2022.

Nos bastidores, fala-se numa filiação do auxiliar do governador Flávio Dino ao Partido dos Trabalhadores.

Independentemente da sigla em que esteja, no entanto, existe um consenso sobre essa movimentação de camarão: ela representa uma importante baixa para o senador Weverton Rocha (PDT).

O pedetista também quer ser candidato a governador no ano que vem, e tem no DEM um de seus mais importantes aliados nesse projeto.

Nesse caso, Rocha teria em Camarão um forte nome também para compor chapa, ou uma liderança de destaque na formação de uma bancada na Câmara dos Deputados.

Com um dos principais secretários de Dino fora do seu projeto, Weverton perde grande potencial de discurso. E vê reforçada a tese de que a candidatura oficial do governador é mesmo a de Brandão.

Com aval de Flávio Dino, Brandão se fortalece nos municípios

“É um momento ímpar, um momento de transição. Nossa produção agora estará à venda nas nossas feiras. Esses equipamentos eram um sonho da região”. Esse foi o depoimento da produtora rural Zulmira Mendonça ao receber um kit feira das mãos do vice-governador Carlos Brandão, em solenidade realizada nesta terça-feira (1°), no município de Viana, na Baixada Maranhense.

Foram entregues kits feira com equipamentos para produtores dos municípios de Arari, Vitória do Mearim, Penalva, São João Batista, São Vicente Ferrer, Bacurituba, Palmeirândia, São Bento e Pedro do Rosário.

Os equipamentos integram o Projeto de Infraestrutura e Serviços em Territórios Rurais (Proinf) e foram entregues pelo Governo do Maranhão, por meio do Sistema da Agricultura Familiar, formado pela Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp), Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma) e Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF).

Cada kit é composto por barracas de feira, um freezer, um selador, 30 caixas vazadas e uma balança para pequenos produtores. Na mesma solenidade, também foram entregues uma moto e um caminhão para o Escritório Regional da Agerp de Viana, beneficiando outras 12 cidades, são elas: Viana, Matinha, Cajari, Arari, Penalva, Olinda Nova do Maranhão, Palmeirândia, Pedro do Rosário, São João Batista, São Vicente, Bacurituba, São Bento e Vitória do Mearim.

A produtora rural Zulmira Mendonça representou o grupo de agricultores e agricultoras familiares da comunidade dos Bahia, uma das populações do Território Lagos e Campos beneficiadas com a entrega.

Zulmira acredita que a entrega dos kits feira é uma oportunidade para o agricultor familiar da região ampliar as vendas. “Para o agricultor, como é meu caso, o kit é de suma importância, porque vai fazer com que nós possamos mostrar nosso produto, que é um produto ainda marginalizado pelos consumidores e o kit faz com que o nosso produto seja expandido e a gente faça a comercialização. Isso dignifica, dando sustentabilidade à produção e qualidade de vida para a gente”, pontua Zulmira.

Consórcio da Baixada Maranhense

Esse não foi o primeiro compromisso do vice-governador na cidade de Viana. Antes, Carlos Brandão se reuniu com prefeitos de 13 cidades que integram o Consórcio Intermunicipal da Baixada Maranhense. Durante o encontro, realizado na sede da Prefeitura Municipal de Viana, o vice-governador ouviu as principais dos gestores municipais as demandas da região nas áreas da saúde, infraestrutura e saneamento.

“Nós tivemos duas reuniões importantes aqui em Viana. Na primeira tratamos com o Consórcio de Prefeitos e Prefeitas da Região da Baixada, onde discutimos questões estruturantes, problemas de todos os municípios, como infraestrutura sanitária, a questão da estrada que liga Santeiro [povoado em Viana] a Pedro do Rosário e sobre o funcionamento do serviço de hemodiálise no Hospital de Viana, para atender toda a região. Em seguida, tratamos de kits da agricultura familiar para fortalecer a agricultura familiar, garantir renda a esses produtores rurais e, acima de tudo, fazer com que eles se fortaleçam e permaneçam no campo. Uma agenda muito produtiva, onde a gente valoriza o homem do campo e valoriza as questões macros dos prefeitos da região”, avalia Carlos Brandão.

O presidente da Agerp, Júlio Mendonça – que é natural de Viana -, destaca que o Maranhão vive um processo de valorização da agricultura familiar e a sensibilidade do governador Flávio Dino e do vice-governador Carlos Brandão, abertos ao diálogo com os municípios, vem sendo primordial para o desenvolvimento sustentável da região.

“Estamos em um processo de valorização da agricultura familiar, onde foram distribuídos kits feiras, caminhão e moto para fortalecer a agricultura familiar na nossa região. É uma série de ações que nossa região precisa para o desenvolvimento sustentável. É sinal de que estamos avançando e vamos avançar mais”, pontua o presidente da Agerp.

Praça da Família

O vice-governador Carlos Brandão finalizou a agenda de trabalho em Viana, acompanhando de perto o andamento da obra de construção de uma Praça da Família, no Centro. A obra é fruto de um convênio firmado entre a Prefeitura de Viana e o Governo do Maranhão, com investimento na ordem de R$ 1.200.000,00.

“A obra está adiantada e a gente veio aqui acompanhar a execução do projeto. Não tenho dúvidas que será um grande espaço de lazer, cultura e de vivência, ao mesmo tempo em que valoriza as casas, os bairros, e, acima de tudo, dá cidadania”, disse Carlos Brandão.

A obra em Viana integra o conjunto de ações do Governo do Estado para revitalização de praças e parques em todo o Maranhão. As Praças da Família são equipamentos públicos projetados para oferecer playground, academia ao ar livre, mesas de dama, pátio, dentre outros atrativos.

Fonte: Gilberto Leda

Imagem do dia: Flávio Dino, Weverton, Brandão e Jerry em busca da unidade

Em mais uma etapa do programa Comida na Mesa, o governador Flávio Dino, o vice Carlos Brandão, o senador Weverton e o secretário da Secid, Márcio Jerry participaram juntos, nesta segunda-feira (17), no Palácio dos Leões, da entrega de mais 12.478 cestas de alimentos, beneficiando 10 municípios do Maranhão.

Além da questão governamental, chamou a atenção dos presentes o aspecto político do evento. Tanto Weverton quanto Brandão disputam a indicação de Dino para sucedê-lo e ambos estavam bem à vontade, inclusive trocando conversas ao pé do ouvido, conforme mostram as imagens acima.

Logo depois, Flávio Dino reuniu sozinho com Weverton Rocha.

Um indicativo de que o grupo do governador Flávio Dino busca a unidade em 2022.

Brandão cumpre extensa agenda Maranhão adentro

O vice-governador Carlos Brandão (PSDB) cumpriu uma intensa agenda política e administrativa durante a semana.
Entre quarta (12) e sexta-feira (14) passou por Imperatriz, Estreito, Porto Franco, Davinópolis, Bequimão e Central. Em todos o tucano vistoriou obras, entregou benefícios para estes e outros municípios maranhenses e manteve um diálogo direto com a sociedade.

Para quem vai assumir o Governo em abril do próximo ano, conforme já antecipado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) – que deixa o cargo para disputar uma vaga no Senado, provavelmente -, a agenda, a exemplo dessa última, é mais do que necessária.

O próximo governador precisa estar inteirado das obras e do funcionamento do governo para não haja solução de continuidade nas ações, políticas e obras do atual governo.

E é o que vem fazendo sempre o vice-governador Carlos Brandão nesses quase dois mandatos consecutivos na condição de vice. O próprio Flávio Dino tem ressaltado reiteradamente não só a importância da sua presença nessas ações como sua dedicação e lealdade, tanto no aspecto político quanto administrativo.

Mas além disso, outra vertente importante dessa presença de Brandão nos municípios, chama atenção: o diálogo direto que vem estabelecendo com vereadores, prefeitos e demais líderes locais. Isso, claro, vai contribuir muito com o modelo de gestão que ele adotará a partir de abril, mas sem dúvida nenhuma, cria cancha, como se diz no esporte, para a disputa eleitoral que se avizinha.

Mas esse é assunto para outro post…

Dino reunirá lideres de partidos no final do mês para início do processo de escolha entre Weverton e Brandão

Em entrevista ao ‘Agora’, da Rede Meio Norte, o governador Flávio Dino falou sobre sua sucessão e disse que ainda não há uma decisão entre o senador Weverton Rocha e o vice Carlos Brandão, pontuando que ela será tomada por todo o grupo. Uma primeira reunião com os líderes de partidos deve ocorrer no dia 31 de maio para o início da escolha do nome que terá o seu apoio ao governo em 2022.

“Estamos conversando com os partidos de modo muito prudente, até porque ainda há um árduo período até a eleição do ano que vem, devemos concluir esse processo de consultas no mês de novembro/dezembro, aí teremos um cenário mais claro, estamos ainda numa fase muito embrionária eu diria, não há ainda esse agendamento da sociedade, tendo em vista a urgência colocada na vida da população, sendo assim eu vou deixar mais pra frente, vou fazer uma reunião com todos os partidos no dia 31 de maio, estabelecer um cronograma e esse cronograma deve nos levar a uma definição”, disse Dino.

Questionado sobre a possibilidade de se filiar ao PSB, o governador do Maranhão apontou que ocorrerá uma reunião do PC do B no próximo final de semana, que dará uma maior clareza em relação a chance de uma migração ocorrer ou não.

Nós temos um processo de debate interno dentro do PC do B, tendo em vista uma legislação eleitoral que impõe obstáculos aos partidos que não atingirem a claúsula de barreira, é um cenário novo, condizente a redução de partidos, muito provavelmente chegaremos em 22 a um número bem menor de partidos, neste contexto que venho discutindo com o PC do B o melhor caminho, teremos uma reunião neste final de semana com o diretório nacional. Posteriormente a esse debate partidário, é que eu poderei fazer ou não a migração, vamos aguardar a reunião do PC do B neste final de semana, aí que poderei ver melhor o caminho que o PC do B vai tomar, para tomar uma decisão”, afirmou.

Dos 15  partidos que integram a base do governo Flávio Dino, Weverton já tem o apoio declarado de seis – PSL, Cidadania, Republicanos, DEM, PSB, além do próprio PDT, podendo ter ainda as adesões do MDB, PT, PP. Brandão, por sua vez, conta até agora apenas com o seu partido, o PSDB.

Sucessão estadual: Zé Reinaldo Tavares diz que quem divergir do grupo estará de fora

Em entrevista concedida hoje, quinta-feira (06), ao Bom Dia Mirante, o ex-governador José Reinaldo Tavares mandou um duro recado aos que não se juntarem ao projeto de ter Brandão como o candidato à sucessão de Flávio Dino. Segundo ele, quem divergir do grupo, que se retire, pois não terá o apoio do governo estadual.

Após agrtadecer o convite de Flávio Dino para ocupar o cargo de Rekações Institucionais do Porto do Itaqui e lembrar que tem dois anos sem sem falar com o governador, Tavares falou dos planos para atrair empresários que possam investir no Maranhão.

O ponto alto da entrevista foi quando indagado pelo jornalista Clóvis Cabalau se as pesquisas vão exercer influência na escolha do candidato de Flávio Dino. Tavares afirmou que a escolha de Carlos Brandão para o segundo mandato de vice mostrou o grau de confiança que Flávio Dino tem no seu companheiro.

O ex-governador acredita na capacidade de Brandão em unir todo o grupo liderado por Flávio Dino e vai pesar o fato de assumir o cargo de governador exatamente no ano eleitoral e citou o seu exempplo, que foi vice de Roseana e a sucedeu no cargo por nove meses e depois eleito para quatro anos como governador.

Para Tavares, quem não aceitar o projeto do grupo, que se afaste, pois não terá espaços. O recado tem endereço, nome e sobrenome: o senador Weverton Rocha (PDT), que lidera as pesquisas e quer ser candidato do grupo de Flávio Dino.

Weverton quer Flávio Dino e Brandão em seu palanque de 2022

Pré-candidato do PDT ao Governo do Estado já com apoio de seis partidos, senador reforça a importância de ter não apenas o atual governador em seu palanque, mas também o atual vice, que terá papel importante em 2022 ao assumir o comando do estado.

Já com o apoio de Eliziane Gama, Weverton busca o apoio de Brandão de Flávio Dino para manter a base unida em 2022 contra a oposição

O senador Weverton Rocha (PDT) trabalha apara garantir a unidade da base do governador Flávio Dino (PCdoB) em torno do seu nome para o Governo do Estado, em 2022.

Rocha também acredita que o apoio do vice-governador Carlos Brandão (PSDB) seja fundamental para a consolidação da aliança, uma vez que, como ocupante do cargo a partir de abril, ele será o condutor da campanha da chapa governista. 

Brandão é cotado para a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado que será aberta em 2023, com aposentadoria do conselheiro Edimar Cutrim. Com a vitória do seu grupo, ele garantiria o período como governador, e assumira o TCE após encerrar o mandato.

Com aval de seis partidos que já declararam apoio à sua candidatura – PDT, PSB, DEM, PSL, PRB e Cidadania – Weverton trabalha para que esta aliança chegue a pelo menos 10 partidos, buscando o apoio também do PP, do PTB e do PROS.

– Nós buscamos a aglutinação com as diversas lideranças políticas, com os chefes de poder político do estado e com a maioria dos partidos – já afirmou Weverton Rocha.

A unidade da base do governador Flávio Dino em torno do seu nome – que lidera as pesquisas entre os candidatos ligados ao comunista – é fundamental para neutralizar os dois grupos de oposição que podem se formar para as eleições de 2022.

O deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) já informou ao próprio Flávio Dino que vai ser candidato. Ele tem, além do PL, também o Avante e o Patriotas; além disso, pode ganhar o PTB, hoje mais alinhado ao projeto de Jair Bolsonaro. 

Por outro lado, a oposição dos chamados remanescentes do Grupo Sarney reúne partidos como PSD, PSC, PV, MDB e outras pequenas legendas.  

– Eu tenho buscado diálogo com o MDB e com o PTB – diz Weverton, para quem, é preciso evitar que a oposição forme alianças consistentes.

A preocupação do senador pedetista se justifica pelo fato de a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) liderar as pesquisas nos cenários em que aparece, o que pode estimular as legendas a compor em uma coligação que possa ameaçar a força do grupo dinista.

Embora tenha se dedicado integralmente às ações contra a CoVID-19 e em busca de melhorias ao desenvolvimento do Maranhão, Weverton entende que é fundamental conversar com as lideranças partidárias desde já, para formar um grupo sólido para as eleições de 2022.

– Confio que o governador e o vice saberão ouvir nossas lideranças para decidir e preservar o legado do nosso grupo – pondera o senador…

Fonte: John Cutrim

Othelino Neto participa da entrega de alimentos a municípios maranhenses

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), participou, nesta segunda-feira (3), no Palácio dos Leões, da entrega de cestas básicas a municípios maranhenses, em mais uma etapa do programa ‘Comida na Mesa’, executado pelo Governo do Estado. O ato foi realizado pelo governador Flávio Dino.

Também participaram da cerimônia de entrega o secretário de Estado da Agricultura Familiar e coordenador do programa, Rodrigo Lago; os deputados estaduais Wendell Lages (PMN), Thaiza Hortegal (PP), Paulo Neto (DEM) e Ana do Gás (PCdoB).

Ao todo foram entregues 12 mil cestas básicas, distribuídas entre os municípios de Anapurus, Belágua, Chapadinha, Itapecuru Mirim, Mata Roma, Nina Rodrigues, Presidente Vargas, São Benedito do Rio Preto, Urbano Santos e Vargem Grande.

Segundo Othelino, a crise provocada pela pandemia exige a soma de esforços para minimizar os impactos socioeconômicos e diminuir o sofrimento da população. “É necessário que todos estejamos juntos para ajudar as pessoas nesse momento tão crítico. E esta é uma iniciativa importante, pois, além de realizar a distribuição de alimentos, também estimula a agricultura familiar, contribuindo para que superemos o mais rápido possível essas dificuldades”, afirmou o chefe do Legislativo.

Parceria

O governador Flávio Dino destacou que o Governo do Estado está avançando com o programa ‘Comida na Mesa’, que executa um conjunto de ações, entre as quais, a entrega semanal de cestas básicas, garantindo o acesso à alimentação e o apoio à agricultura familiar. Ele também agradeceu a parceria com a Assembleia Legislativa para que iniciativas como estas sejam desenvolvidas em benefício da população.

“As políticas públicas nascem de leis que são votadas pelos deputados estaduais. Além disso, nós temos a destinação de emendas parlamentares. E um dos eixos fundamentais do programa ‘Comida na Mesa’ é o apoio às estradas vicinais que dão acesso às regiões de produção, uma ação que depende, exatamente, dessas emendas. Essa é a prova de que, com os poderes trabalhando unidos, teremos os melhores resultados”, completou Flávio Dino.

Apoio aos municípios

Presente ao ato, a deputada Ana do Gás também destacou a importância da iniciativa. “Fico muito feliz de participar desse momento, contribuindo para fortalecer esse incentivo por meio das emendas parlamentares direcionadas para ajudar na alimentação das pessoas que necessitam”, declarou.

A deputada Thaiza Hortegal endossou a relevância da iniciativa. “Além de ampliar a oferta de leitos e a vacinação, o Governo do Estado também se importa com o lado social. O programa Comida na Mesa é algo espetacular, que vai levar alimentação aos maranhenses. Ficamos felizes em dar a nossa parcela de contribuição”, assinalou.

O prefeito de Vargem Grande, Carlinhos Barros, afirmou que tanto os parlamentares, quanto o Governo do Estado estão atentos às necessidades dos municípios. “Nós que estamos na ponta, como prefeitos, sabemos das dificuldades, que são grandes em todos os setores, mas o que mais dói é a fome. Por isso, ações como esta são fundamentais”, disse.

Fonte: John Cutrim