Covid-19: sem São Luís, MA estaria em 24° em ranking de vacinação

Dados sobre a vacinação contra a Covid-19 em todo o Brasil dão bem a dimensão da rapidez com que a Prefeitura de São Luís segue com o seu cronograma de imunização.

Atualmente, o Maranhão está em 18º lugar no ranking nacional de vacinação, com 1,7 milhão de primeiras doses aplicadas, o que corresponde a algo em torno de 24% da população maranhense – atualmente próxima de 7 milhões de habitantes.

No entanto, tirando-se a população da capital, de pouco mais de 1 milhão de habitantes, e as mais de 480 mil primeiras doses aplicadas na cidade, o número de vacinados com a primeira dose em todo o estado cai para 1,2 milhão.

O percentual de vacinados, nesse caso, cai para perto de 20%, derrubando o Maranhão da 18ª para 24ª colocação no ranking nacional.

Ou seja: em vez de tentar manter uma disputa política com o prefeito Eduardo Braide (Podemos) pelo protagonismo da vacinação em São Luís, o governador Flávio Dino (PCdoB) seria mais últil se mobilizasse esforços – e destinasse doses de vacinas – ao interior do estado.

Porque a capital ai muito bem, obrigado!

Covid-19: SLZ vacinará 100% dos adultos até 10 de agosto

100% dos adultos de São Luís terão recebido ao menos uma dose de vacina contra a Covi-19 até o dia 10 de agosto.

A previsão é do secretário municipal de Saúde da capital, Joel Nunes Júnior.

“O nosso trabalho segue firme para que a vacinação seja cada vez mais rápida em São Luís. E a nossa estimativa real é que até o dia 10 DE AGOSTO toda a população adulta da capital receba a primeira dose contra a Covid”, destacou ele nas redes sociais.

Ao fim desta semana, a Prefeitura de São Luís já terá baixada dos 35 anos a idade dos vacinados com ao menos uma dose.

Até sábado, 447,7 mil doses de imunizantes já haviam sido aplicadas na cidade.

Com mais um ponto, SLZ inicia hoje esforço de vacinação contra Covid-19

A Prefeitura de São Luís dará início, nesta segunda-feira (31), a um mutirão para vacinar a população contra a Covid-19 com ainda mais agilidade. O anúncio feito pelo prefeito Eduardo Braide em suas redes sociais, determina a imunização de duas faixas etárias por dia, em horário ampliado, além da abertura do cadastro para pessoas com a partir de 40 anos e de mais um ponto de imunização, no ginásio da UNDB, no Renascença.

“Vamos avançar ainda mais na imunização em São Luís, agora, vacinando duas idades por dia, descendo na faixa etária da nossa população. Também, a partir de segunda-feira, com o início do mutirão da vacina, nossos cinco postos de vacinação, passam a funcionar até às 20h, para que os trabalhadores consigam ir após o expediente. A nossa cidade continuará sendo referência na campanha contra a Covid em todo o país”, destacou o prefeito.

Governador vai anunciar novo Lockdown na Grande São Luís e outras cidades

Flávio Dino informou hoje (26) que terá reunião técnica com os chefes dos poderes legislativo, judiciário, TCE, Ministério Público e Defensoria Pública para tratar sobre o aumento de casos de COVID-19 em todo Maranhão. Estão sendo aguardadas medidas mais restritivas para combater a pandemia .

A preocupação é o crescente número de casos do novo coronavírus em todo estado. E neste sentido medidas mais duras serão tomadas, como o fechamento de bares e restaurantes, suspensão de aulas presenciais, disciplinamento em vários estabelecimentos comerciais e nos transportes coletivos.

Veja abaixo o que informou Flavio Dino:

Sem vacina, pessoas entre 30 e 59 anos veem aumento de mortes em SLZ

Faixa etária que ficou na fila de espera para que as prioridades fossem atendidas pelas autoridades públicas teve forte crescimento nos óbitos desde que os mais velhos foram imunizados

As mortes por CoVID-19 na população com idade entre 50 e 59 anos aumentaram 80% no mês de abril, segundo dados dos cartórios de registro civil de São Luís.

Entre os que têm 30 e 39 anos, o percentual foi ainda maior, superando 90%.

Essas faixas etárias estão sem previsão de vacinação por causa do atendimento das chamadas prioridades; só ontem, a Prefeitura de São Luís anunciou o cadastramento de pessoas acima de 50 anos, mas ainda sem previsão de vacinação.

O aumento no número de óbitos entre os mais jovens ocorre diante da imunização dos mais velhos. A capital maranhense já vacinou – pelo menos com a primeira dose – adultos com idade acima de 60 anos, o que fez o vírus se proliferar entre os mais jovens.

Os dados constam no Portal da Transparência do Registro Civil, base de dados abastecida em tempo real pelos atos de nascimentos, casamentos e óbitos praticados pelos Cartórios de Registro Civil do País, administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), cruzados com os dados históricos do estudo Estatísticas do Registro Civil, promovido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base nos dados dos próprios cartórios brasileiros.

Em São Luís, a faixa etária que registrou o maior percentual de aumento em relação à média para a idade desde o início da pandemia foi a da população entre 30 e 39 anos, com crescimento percentual de 98% no número de óbitos em abril na comparação com o período que vai de março de 2020 a março de 2021.

Fonte: Marco Aurélio D’eça

100 pessoas de SLZ tiveram contato com indianos infectados

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) recomendou a testagem, o isolamento e o acompanhamento de pelo menos 100 pessoas que tiveram contato, em São Luís, com os tripulantes indianos do navio Mv Shandong Da Zhi infectados pelo novo coronavírus.

Mais cedo, o secretário Carlos Lula confirmou em coletiva que seis dos 15 que contraíram Covid-19 na embarcação testaram positivo para a variante B.1.617, ou “cepa indiana”.

Destes, apenas um segue internado em hospital da rede particular de São Luís. Todos os demais estão isolados no próprio navio.

Essa variante possui três versões, com pequenas diferenças: a B.1.617.1, a B.1.617.2 e a B.1.617.3, todas descobertas na Índia.

A análise genética revelou que o trio apresenta mutações importantes nos genes que codificam a espícula, a proteína que fica na superfície do vírus e é responsável por se conectar aos receptores das células humanas e dar início à infecção,.

Na prática, as novas mutações encontradas nessas variantes podem representar uma maior facilidade de infecção pelo novo coronavírus, necessitando de menor carga viral maior.

Apesar disso, as vacinas já em uso parecem ser eficazes também contra esta cepa.

Braide quer instalar 100 pontos limpos em São Luís

A gestão de Eduardo Braide avança no combate ao descarte irregular de resíduos sólidos nos bairros de São Luís, desde o início do ano, com a  instalação de pontos limpos em áreas degradadas pelo acúmulo de detritos pela cidade.

Neste sábado (15), foi entregue o 11º Ponto Limpo, desta vez no na Vila São Sebastião, comunidade do polo Coroadinho.

O novo Ponto Limpo fica entre as avenidas Sarney Filho e São José de Ribamar, na Vila São Sebastião, comunidade do polo Coroadinho. O espaço que agora se assemelha a um jardim após ser totalmente limpo e revitalizado pela Prefeitura era usado para o descarte irregular de todo tipo de resíduo, de móveis sem uso a lixo doméstico, incluindo restos de alimentos, recicláveis e até mesmo animais mortos.

A meta é instalar pelo menos 100 pontos limpos em toda a cidade.

Braide anuncia vacinação de agentes de limpeza e rodoviários em SLZ

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), anunciou em sua conta no Instagram que a Prefeitura vai começar a vacinar agentes de limpeza e funcionários do transporte público da capital.

As duas categorias começam a ser imunizadas contra a Covid-19 amanhã, 12.

“A vacinação contra a Covid avança cada vez mais em São Luís! Rodoviários e Agentes de Limpeza Urbana serão vacinados a partir desta quarta-feira (12/05). Amanhã divulgaremos todos os detalhes da vacinação”, declarou o prefeito.

Mais detalhes devem ser divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus) ainda nesta terça-feira, 11.

Blog do Gilberto Léda já havia defendido a vacinação de agentes de limpeza, ainda no início de abril.

Pessoas com comorbidades e Síndrome de Down vacinam-se em São Luís

A vacinação contra a Covid-19 de pessoas com comorbidades, a partir de 59 anos, e Síndrome de Down, acima de 18 anos, será iniciada nesta terça-feira, 4, em São Luís. A informação foi confirmada no início da noite desta segunda-feira, 3, pela Prefeitura de São Luís. A imunização desse público-alvo será concentrada no Centro Municipal de Vacinação, instalado no Multicenter Sebrae (Cohafuma), das 8h às 18h. Todos devem ter feito cadastro prévio na plataforma #vacinacomorbidades.

O público na faixa etária acima de 18 anos, inclui ainda gestantes e puérperas como comorbidades. Pela manhã, serão imunizados os nascidos de janeiro a junho e, à tarde, os aniversariantes de julho a dezembro. Todos devem apresentar documento oficial com foto e laudo ou relatório médico que comprove a comorbidade (exceto para as pessoas com Síndrome de Down).

Quanto aos pacientes renais crônicos (dialíticos) serão imunizados com a primeira dose da vacina contra a Covid-19 nas unidades onde fazem as sessões de diálise.

Já na quarta-feira, 5, o público-alvo será ampliado para pessoas com comorbidades com 58 e 57 anos, seguindo o cronograma de vacinar pela manhã os nascidos no primeiro semestre e, à tarde, os aniversariantes do segundo semestre.

Na quinta-feira, 6, a vacinação será estendida a pessoas com comorbidades na faixa etária de 56 a 55 anos. A vacinação para pessoas com Síndrome de Down, a partir de 18 anos, gestantes e puérperas como comorbidades e dialíticos também prossegue na quarta-feira, 5, e quinta-feira, 6.

As comorbidades listadas pelo Ministério da Saúde incluem pessoas com diabetes mellitus, pneumopatias crônicas graves (incluindo asma grave), Hipertensão Arterial Resistente (HAR), Hipertensão Arterial estágio 3, Hipertensão Arterial estágios 1 e 2, com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade; insuficiência cardíaca, cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar cardiopatia hipertensiva, síndromes coronarianas, valvopatias e miocardiopatias,Pericardiopatias, obesidades mórbidas, arritmias cardíacas, cirrose hepática, imunossuprimidos, entre outras doenças, assim como pessoas com Deficiência permanente que recebem Benefício de Prestação Continuada (BPC).

A informação sobre o início da vacinação, com a ressalva da dependência da chegada de doses, para esse público-alvo foi anunciada na tarde desta segunda-feira, 3, pelo prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), nas redes sociais. “Com a chegada das vacinas da Pfizer em São Luís, iniciaremos amanhã mesmo (hoje, terça-feira) a vacinação contra a Covid das pessoas com Síndrome de Down e comorbidades já cadastradas”, disse o prefeito no post. O imunizante chegou e a confirmação foi feita pela Prefeitura no início da noite.

Fonte: Gilberto Léda

Braide anuncia novo secretário de Educação

O prefeito Eduardo Braide anunciou, nesta segunda-feira (3), a saída da vice-prefeita Esmênia Miranda do comando da Secretaria de Educação.

O novo titular da pasta será Marco Moura, Mestre em Gestão Pública, que deixa a Escola de Governo e Gestão Municipal (EGGEM) para assumir a Semed.

“Agradeço a Esmênia por toda a dedicação à frente da Semed. Agora, ela retorna à Vice-Prefeitura, onde me ajudará a cuidar ainda mais de São Luís. Obrigado, Esmênia. Vamos em frente por um cidade melhor!”, disse Braide.

Fonte: Jhon Cutrim